Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Insônia na menopausa: 5 dicas para melhorar o sono

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Harvard*, nos Estados Unidos, a insônia na menopausa atinge a maioria das mulheres.

O estudo, publicado em 2020, aponta que de 39% a 47% das mulheres sofrem problemas de sono durante a perimenopausa e  de 35% a 60% após a menopausa.

Lembre-se que chamamos de insônia a dificuldade frequente de adormecer e permanecer dormindo. Este problema, afeta negativamente a vida das pessoas, aumentando a falta de atenção durante o dia, comprometendo até mesmo a saúde física.

A insônia na menopausa está ligada às alterações hormonais, além disso, outros sintomas da menopausa também prejudicam as noites de sono como as ondas de calor e os suores noturnos.

Como a menopausa pode afetar o sono?

A má qualidade do sono e os distúrbios do sono durante esta fase da vida da mulher é um grande problema, pois não dormir bem impede que o sono seja reparador, o que é essencial para a qualidade da saúde física e mental.

A insônia devido à menopausa costuma estar associada a ondas de calor, uma vez que as ondas noturnas são mais frequentes. Mas não é só isso, as mudanças hormonais também têm um papel significativo no impacto do sono durante a menopausa.

Isso acontece porque durante a menopausa, os níveis de estrogênio e progesterona diminuem drasticamente e são eles os responsáveis pela regulação do ciclo de sono-vigília.

Então, a diminuição desses hormônios pode resultar em desequilíbrios no sistema de regulação do sono, levando a dificuldades para adormecer e manter o sono durante as horas necessárias para que a mulher acorde mais disposta e descansada.

Mas não é só isso, a insônia na menopausa também é causada pelos demais sintomas associados à ela. Afinal, não é fácil dormir bem diante do suor noturno ou das ondas de calor que tanto incomodam as mulheres na perimenopausa e menopausa.

5 dicas para melhorar a insônia na menopausa

Não dormir o suficiente pode afetar todas as áreas da vida, pois você pode se sentir irritada, deprimida, ter problemas com memória e sentir muito cansaço durante o dia.

Para evitar essas situações, algumas dicas para melhorar a insônia na menopausa são muito importantes. Acompanhe:

1- Tenha um horário para dormir e para acordar

É preciso criar uma rotina de sono, indo para cama todos os dias no mesmo horário e despertando também sempre no mesmo horário. 

2- Desconecte-se dos aparelhos eletrônicos

A luz de dispositivos como televisão e celulares dificultam o adormecimento. Evite-os ao se deitar e opte por uma rotina sem telas, lendo um livro ou ouvindo uma música relaxante.

3- Tenha uma alimentação com menos açúcar

A pesquisa de Harvard mostrou que uma dieta com índice glicêmico alto aumenta a possibilidade da mulher ter insônia na menopausa. Então, reduza o açúcar da sua alimentação ao longo do dia para dormir melhor.

4- Faça exercícios físicos

Atividades físicas são importantes para mulheres na menopausa, pois ajudam o corpo e a mente, auxiliando também na redução de estresse e alterações de humor que também afetam o sono.

5- Consuma suplementos alimentares

A PlenaPausa comercializa um suplemento perfeito para mulheres com insônia na menopausa. Batizado de PlenaLuna, o produto traz como ativos principais o L-triptofano e o magnésio, substâncias com alto poder de auxiliar as mulheres a terem um sono melhor.

PlenaLuna é a solução para a insônia na menopausa

Feito após muitas pesquisas, o PlenaLuna surge como uma solução natural para auxiliar mulheres que sofrem com insônia na menopausa.

Talvez você já tenha procurado ajuda médica e não conseguiu encontrar uma forma eficaz que, de fato, contribua para que você tenha uma noite tranquila sem causar efeitos colaterais ou dependência.

Nosso produto funciona por tem uma composição com ingredientes fitoterápicos que vão te ajudar a dormir bem. Isso é possível graças a ação do L-triptofano que  atua na produção do neurotransmissor serotonina.

Este suplemento não apenas ajuda a adormecer mais facilmente, mas também melhora o seu humor e reduz a ansiedade, tornando o ciclo da menopausa mais suportável.  Tudo isso porque ele também contém magnésio, outra substância essencial para melhorar a qualidade do sono.

Este suplemento não apenas ajuda a adormecer mais facilmente, mas também melhora o seu humor e reduz a ansiedade, tornando o ciclo da menopausa mais suportável. 

*Fonte da pesquisa de Harvard.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 1 =

Veja também:

Carrinho de compras

Entrar

Ainda não tem conta?

Comece a digitar para ver os produtos que procura.