Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

1. Quem cuida da menopausa? Qual médico devo procurar?

Quem cuida da menopausa? Talvez esta seja a sua dúvida ao identificar alguns sinais no seu corpo que indicam a chegada da menopausa, e chega a pensar em quem cuida da menopausa e todos os sintomas que acometem esta fase na vida de nós mulheres. 

Chegar a este estágio é inevitável na vida das mulheres, pois a menopausa é um momento de transição hormonal que traz consigo uma série de mudanças físicas e emocionais.

Nesse período, é fundamental buscar o acompanhamento de um profissional especializado que possa fornecer o cuidado necessário. Embora existam diferentes especialidades médicas relacionadas à saúde feminina, há um médico em particular que se dedica ao tratamento e gerenciamento dos sintomas da menopausa.

Neste texto, exploraremos o papel do ginecologista na abordagem da menopausa, destacando sua expertise e conhecimento específico nessa área.

2. Ginecologista para tratar a menopausa

O médico ginecologista é amplamente reconhecido como o profissional mais indicado para cuidar da menopausa. Com sua formação especializada em saúde feminina, esse especialista possui o conhecimento necessário para compreender e tratar os diversos aspectos relacionados a essa fase de transição hormonal na vida de uma mulher.

Assim, quando pensamos em quem cuida da menopausa, acabamos pensando neste profissional e isso não está errado. O ginecologista poderá te ajudar a encontrar o tratamento para os sintomas da menopausa, incluindo as ondas de calor, alterações de humor, insônia, ressecamento vaginal e outros.

O médico especializado em Ginecologia está familiarizado com esses sintomas e compreende sua origem fisiológica, permitindo uma abordagem abrangente e personalizada para cada paciente.

Vale a pena destacar que este profissional da saúde também está apto a avaliar a saúde geral da mulher, considerando fatores como histórico médico, estilo de vida e necessidades individuais. Desta forma, ele poderá oferecer opções de tratamento que vão desde terapias hormonais até abordagens não hormonais.

3. Endocrinologista também cuida da menopausa

Poucas mulheres sabem, mas o médico endocrinologista também cuida da menopausa. Desta forma, há uma segunda especialidade que poderá te ajudar a passar pelas mudanças hormonais com saúde.

Como o final da vida fértil da mulher se dá pela  diminuição gradual da produção de hormônios reprodutivos, como estrogênio e progesterona, essa mudança traz impacto em todo o sistema endócrino.

Nesse contexto, o endocrinologista, especialista no estudo e tratamento das glândulas endócrinas e dos distúrbios hormonais, possui o conhecimento aprofundado necessário para lidar com os desequilíbrios decorrentes da menopausa.

Da mesma forma que o ginecologista consegue avaliar e tratar os sintomas, o médico especializado em Endocrinologista também ajudará a mulher a enfrentar fogachos, alterações de humor, insônia, ganho de peso, riscos de osteoporose e outros.

A mulher deve procurar o médico que cuida da menopausa para avaliar sua condição hormonal por meio de exames específicos e só então receber um plano de tratamento personalizado.

A diferença entre o ginecologista e o endocrinologista é que o segundo especialista poderá abordar o impacto dos hormônios em todo o organismo e assim encontrar as opções terapêuticas disponíveis para tratar os sintomas da menopausa, garantindo uma abordagem atualizada e eficaz.

4. Tratamento com ginecologista ou endocrinologista?

A escolha entre um endocrinologista e um ginecologista para o tratamento da menopausa dependerá das necessidades individuais da paciente, da gravidade dos sintomas e da presença de condições de saúde subjacentes. 

Ambos os profissionais poderão te auxiliar, pois possuem todos os conhecimentos para tratar dos sintomas e das possíveis condições associadas à menopausa.

Em regra, o ginecologista é um médico especializado em saúde feminina, incluindo a saúde reprodutiva. Ou seja, é um especialista bem equipado para lidar com os aspectos ginecológicos da menopausa, como o monitoramento da saúde do útero, ovários e vagina.

Por outro lado, o endocrinologista é especializado no estudo e tratamento dos distúrbios hormonais e possui um conhecimento aprofundado sobre o sistema endócrino.

O papel deste profissional é crucial na avaliação dos níveis hormonais, identificando desequilíbrios hormonais e prescrevendo terapias hormonais, se necessário. Além disso, este especialista pode fornecer orientações sobre o manejo do peso, saúde óssea e prevenção de condições relacionadas a deficiências hormonais, como a osteoporose.  

Se você procura por quem cuida da menopausa, terá essas duas opções para avaliar. Se possível, vale a pena optar por um tratamento multidisciplinar, onde cada especialista poderá avaliar e tratar a saúde da mulher e encontrar métodos conjuntos para que a menopausa seja um período sem grandes sofrimentos para a mulher.

Lembre-se de que esta fase é natural e não se trata de uma doença, os tratamentos para os sintomas visam melhorar a saúde física e emocional que sofrem impactos significativos por conta das mudanças hormonais.

** Saiba em qual fase da menopausa você esta e o seu nível de sintomas acessando nossa AVALIAÇÃO.

** Ja segue a Plenapausa nas redes sociais? Acesse o POST do nosso perfil no Instagram e saiba os motivos para você usar o Kit Plenapausa AQUI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 1 =

Veja também:

Carrinho de compras

Entrar

Ainda não tem conta?

Comece a digitar para ver os produtos que procura.