Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Receba 10%OFF em sua primeira compra com o cupom "PLENA10"

Secura ocular na menopausa atinge 61% das mulheres

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Sentir secura ocular na menopausa é comum? Uma pesquisa realizada pela Society for Women’s Health Research traz à luz um dos vários sintomas que as alterações hormonais causam nas mulheres com mais de 40 anos.

De acordo com o estudo, cerca de 61% das mulheres na menopausa e perimenopausa experimentam sintomas de secura e coceira nos olhos. No entanto, apenas 16% delas relacionam esses sintomas à menopausa. 

Ou seja, poucas mulheres relacionam este sintoma com a mudança hormonal que acontece à medida que os ovários começam a reduzir sua produção, caminhando para o fim da vida fértil da mulher.

Por isso, é comum que a mulher procure médicos acreditando ser inúmeras outras possibilidades, investindo em tratamentos que não trarão resultados satisfatórios.

A secura ocular na menopausa chega a ser um sintoma desconhecido, pois os mais famosos são a fadiga, as ondas de calor, alterações hormonais e suores noturnos. Todavia, existem dezenas de outros sinais que mostram a chegada da menopausa.

Por que a menopausa causa secura ocular?

A secura ocular na menopausa está frequentemente relacionada à diminuição dos níveis de estrogênio, um hormônio feminino que desempenha um papel importante na manutenção da saúde ocular.

O estrogênio tem um efeito direto nas glândulas lacrimais, que são responsáveis por produzir as lágrimas. 

Quando os níveis de estrogênio diminuem durante a menopausa, as glândulas lacrimais podem produzir menos lágrimas, levando à secura ocular. A diminuição dos níveis deste hormônio pode resultar em lágrimas de qualidade inferior, o que contribui para a irritação dos olhos.

A secura ocular na menopausa é resultado dessas mudanças, levando a mulher a sentir a sensação de areia nos olhos que pode ser bastante incômoda.

É importante que as mulheres na menopausa estejam cientes dessa ligação e busquem orientação médica para lidar com os sintomas da secura ocular de maneira adequada.

Como saber se estou na menopausa?

Procurar um médico para avaliar sua saúde e identificar se você está na perimenopausa ou na menopausa é muito importante. Para te ajudar, a PlenaPausa tem um teste online gratuito. Faça agora!

Para quem não sabe, a perimenopausa é o período de transição que antecede a menopausa. Durante essa fase, os ovários começam a diminuir a produção de hormônios sexuais, como estrogênio e progesterona. 

Esta fase geralmente começa na faixa dos 40 anos, mas pode variar. Alguns sintomas iniciais, como irregularidade no ciclo menstrual e ondas de calor, podem ser indicadores da chegada da perimenopausa.

Já a menopausa é oficialmente definida como o ponto no tempo em que uma mulher não teve menstruação por 12 meses consecutivos. Isso marca o fim da fase reprodutiva da vida da mulher.

 A idade média para a menopausa é por volta dos 51 anos. No entanto, a menopausa pode ocorrer entre as idades de 40 e 60 anos. Fatores genéticos, estilo de vida e outros fatores podem influenciar a idade em que ela ocorre.

Como tratar secura ocular na menopausa?

secura ocular na menopausa
Foto: Stefamerpik para Freepik

Existem estratégias de tratamento que podem aliviar os sintomas da síndrome do olho seco na menopausa sem a necessidade de intervenções médicas invasivas.

Se você sente secura ocular na menopausa, as dicas a seguir vão te ajudar a sentir uma melhora significativa, mas o melhor tratamento para este e outros sintomas da menopausa somente um médico poderá te indicar.

Aumentar a Lubrificação dos Olhos

O uso de lágrimas artificiais pode ajudar a manter os olhos bem lubrificados. Existem muitos tipos de colírios disponíveis no mercado, e um oftalmologista pode recomendar o mais adequado para o seu caso.

Diminuir o Lacrimejamento

Embora pareça contraditório, o excesso de lacrimejamento também pode ser um sintoma da Síndrome do Olho Seco. Se esse for o seu caso, o oftalmologista pode prescrever tratamentos para reduzir o lacrimejamento excessivo.

Reduzir a Inflamação das Pálpebras

A inflamação das pálpebras pode contribuir para a secura ocular. Terapias e cuidados específicos podem ajudar a reduzir a inflamação e aliviar os sintomas.

Compreender as causas, sintomas e opções de tratamento é essencial para aliviar o desconforto ocular durante essa fase da vida. 

Não podemos esquecer que o tratamento na perimenopausa e menopausa pode e deve ser multidisciplinar, portanto, além de procurar um ginecologista ou endocrinologista, você também precisa procurar um oftalmologista para descartar qualquer outro problema ocular.

Este profissional também ajudará a determinar a melhor abordagem para o seu caso e desfrutar de uma visão mais saudável e confortável durante a menopausa. 

Então, se você sente secura ocular na menopausa,  não hesite em buscar ajuda médica e seguir as estratégias de tratamento adequadas. Sua qualidade de vida e conforto visual merecem atenção!

Quer saber mais sobre menopausa? Siga a PlenaPausa no Instagram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 7 =

Veja também:

Carrinho de compras

Entrar

Ainda não tem conta?

Comece a digitar para ver os produtos que procura.